Power Rangers o filme: Bryan Cranston explica porque aceitou interpretar Zordon nos cinemas

Uma das maiores surpresas que os produtores do novo filme proporcionaram aos fãs da série foi o anúncio de que o ator Bryan Cranston, mais conhecido como Heisenberg / Walter White, da série Breaking Bad, emprestaria a voz ao mentor Zordon.

O portal IGN entrevistou Bryan Cranston na coletiva de imprensa da TCA (Television Critics Association) na sexta-feira, onde Bryan promovia a segunda temporada da série de animação SuperMansion, e o ator explicou como foi convidado para participar do filme e contou um pouco sobre a amizade de longa data com Haim Saban.

bryan cranston power rangers o filme

“Haim Saban me ligou”, explicou Cranston, nomeando o produtor que co-criou os Power Rangers e é dono da franquia (depois de adquirir novamente os direitos da série que haviam sido vendidos a Disney no início dos anos 2000). “Eu conheçi Haim há 35 anos atrás, quando eu comecei a trabalhar como dublador; eu fazia isso quando eles estavam fazendo dublagens em inglês e precisavam mudar tudo. Eu fiz várias vozes diferentes. Eu tinha 23 ou 24 anos e não fazia as vozes jovens, obviamente. Fiz um monte de vilões e ‘Você vai pagar por isso!’ Foi divertido. Estava feliz por ter um emprego e estava aprendendo muito.”

O trabalho de Cranston para Saban incluiu séries de animação e live action (categoria na qual se inclui os Power Rangers), e filmes importados do exterior. Quando a carreira do ator e dublador estava começando a decolar, Bryan participou de alguns episódios de Mighty Morphin Power Rangers, onde deu voz há alguns monstros da série. Além disso, a Saban homenageou o futuro astro de Breaking Bad dando o sobrenome de Bryan ao primeiro Power Ranger Azul, Billy Cranston (David Yost).

Cranston se lembra com carinho do período em que trabalhou com Saban mas, mesmo assim, hesitou quando houve as primeiras aproximações para ele participar do novo filme. “Você precisa realmente se concentrar para ser capaz de contar uma história com apenas sua voz.. Então, 35 anos depois, as coisas avançaram e eu recebi um telefonema para fazer isso e no começo eu pensei ‘Ah, eu não acho que eu quero.’ Porque nós temos o nosso show (SuperMansion) e eu não quero estar na mesma categoria (dublagem) “.

Quando Bryan soube que queriam que ele tivesse um papel em um live action, ele admitiu que ainda tinha trepidação. “Eu pensei, ‘Power Rangers? É tipo do programa de televisão como o Batman (dos anos 1960) – Pow! Zing! Whap! E recebi um telefonema com o diretor, e ele disse: ‘Pense nisso dessa maneira… da mesma forma que o Batman veio da TV e se tornou um animal completamente diferente nos filmes, assim também é aqui. Vamos pegar o que temos e reformulá-lo; e ele vai ser fundamentado e real. E eu pensei ‘Ok, estou bem com isso. Me deixe ler o roteiro’ “

“Eu li e disse ‘Você está certo'”, continuou Cranston. “Os adolescentes soam como adolescentes reais e nem todo mundo é um grande atleta e tudo está funcionando bem. Eu pensei: ‘Isso pode ser um bom final de livro para o que eu estava fazendo antes,’ desde que eu comecei a fazer dublagens. “

Mas Bryan Cranston disse que o “final de livro” não era a expressão que ele realmente queria usar e acrescentou, com uma risada: “Espero que não seja o fim do personagem! – Estou anunciando minha morte no fim disto! Mas não, foi uma ótima maneira de encerrar um ciclo. Mais uma vez, é tudo sobre contar histórias e estou animado para vê-lo ser lançado em março. “

Quanto a como descreveria sua versão de Zordon, Cranston explicou: “Ele é um mentor frustrado com esses adolescentes. Eles não estão avançando como era esperado. Alguns deles não estão levando isso a sério, a responsabilidade que lhes foi atribuída ou para a que foram escolhidos. E ainda, você é um mentor. É quase como ser um treinador. Você quer quebrar a individualidade deles para que eles possam crescer como uma equipe.”

Na nova versão de Power Rangers, Dacre Montgomery faz o Ranger Vermelho, Naomi Scott vive a Ranger Rosa; Ludi Lin interpreta o Ranger Preto, a cantora Becky G faz a Ranger Amarela, RJ Cyler interpreta o Ranger Azul, Elizabeth Banks é a vilã Rita Repulsa e Bryan Cranston será Zordon. Bill Hader vai viver Alpha. Ashley Miller, Zack Stentz (dupla de X-Men: Primeira Classe) e John Gatins (Gigantes de Aço, O Vôo) são os roteiristas e Dean Israelite (Projeto Almanaque) é o diretor. O filme estreia em 23 de março de 2017.

Um comentário em “Power Rangers o filme: Bryan Cranston explica porque aceitou interpretar Zordon nos cinemas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *