As fases de Power Rangers

Não importa se você é um fanático por Power Rangers, daqueles que não perdeu quase nenhum episódio, ou um daqueles espectadores que tem as temporadas preferidas e assistiu alguns episódios das temporadas que não gosta tanto; de qualquer forma, você já deve ter notado que existem mudanças bem grandes nas fases da série, que vão desde o inicio até os dias atuais.

Mighty Morphin Power Rangers
Imagem: Divulgação – Mighty Morphin Power Rangers

 

SUCESSO: INÍCIO DE OURO DA SÉRIE

Mighty Morphin Power Rangers, uma das séries infantis mais assistidas da história da televisão mundial foi, dentre várias, a tentativa de sucesso do empresário Haim Saban, dono do formato Super Sentai na América e responsável pela produtora da série, em adaptar séries japonesas ao gosto ocidental. Entre os anos 1993 e 1998 a série seguiu um foi condutor guiado pela liderança de Zordon e mudanças pouco frequentes no elenco; com um sucesso comercial grande, um filme de sucesso (Power Rangers: o filme) e um fracasso nas bilheterias (Power Rangers: Turbo).

As quatro temporadas seguintes seguiram uma linha parecida com as temporadas anteriores e, apesar de menores ligações com o enredo original (os cinco adolescentes com atitude escolhidos por Zordon), ainda contava com referências e participações do elenco de temporadas anteriores, culminando no episódio Eternamente Vermelho (2002), com a participação de 10 dos 11 Power Rangers Vermelho que já haviam participado da série e encerrando a primeira Era Saban.

Eternamente Vermelho
Imagem: Facebook (Jason David Frank) – Bastidores da gravação do episódio Eternamente Vermelho – Power Rangers Força Animal (2002): Austin St. John (Jason), Rick Medina (Cole), Sean CW Jhonson (Carter), Christopher Kaymann Lee (Andros), Jason Faunt (Wes), Selwin Ward (TJ), Jason David Frank (Tommy), Daniel Southworth (Eric)

A INFANTILIZAÇÃO “DISNEY”

O ano de 2001 foi marcado pela crise financeira da Saban, produtora de Power Rangers, e a consequente venda da franquia e de todo o acervo para uma gigante do entretenimento: a Disney.

Nesse período, a produção da série foi transferida para a Nova Zelândia, para diminuir os custos de produção. As mudanças das características originais da série, menor quantidade de atores americanos, além da infantilização do roteiro afastou parte do público cativo de Power Rangers. As temporadas não tiveram mais tanto sucesso, como aconteceu até 2001.

Powe Rangers SPD
Imagem: Divulgação – Power Rangers SPD (2005): Considerada a melhor temporada produzida pela Disney

A VOLTA DA SABAN

O ano de 2010 foi decisivo para o futuro de Power Rangers. Em meio a boatos de que a série seria cancelada pela Disney, a Saban, já recuperada dos problemas financeiros, recomprou os direitos sobre a franquia e, após um ano sem produção de novos episódios e a remasterização criticada da primeira temporada, voltou a produzir a série (ainda na Oceania) com mais características originais que cativaram o público.

Atualmente, a 25ª temporada da série, Power Rangers Ninja Stell está em fase de produção pela Saban e será gravada na Nova Zelândia, como acontece desde 2002; tendo época de estreia prevista para o início de 2017. Power Rangers Dino Super Charge está em exibição nos Estados Unidos e no Brasil pela Cartoon.

Power Rangers Dino Charge
Imagem: Divulgação – Power Rangers Dino Charge

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *